Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Bahia

RCC Brasil

» » » » #EECNGO 5ª Pregação - Grupo de Oração em saída


Keila Souza – Presidente da RCC Distrito Federal

Qual a importância do Grupo de Oração em sua vida? Pense em sua história, se recorde da sua vida antes e depois do Grupo de Oração.

Temos milhares de testemunhos das graças de Deus a partir de um Grupo de Oração.

Você chegou ao Grupo de Oração, o que Deus fez em sua historia? Para onde Deus te levou e te leva? O Grupo de Oração não é ponto de chegada, é o ponto de partida, de saída para uma vida nova. Nós não podemos estar confinados achando que o Grupo de Oração é tudo. O Grupo de Oração é o início da eternidade, início da graça que não passa, da graça que não cessa. O que Deus tem reservado para nós é mais, é infinitamente maior do que tudo que já experimentamos.

A igreja nos fala, no documento de Aparecida nº 362 “Necessitamos que cada comunidade cristã se transforme no poderoso centro de irradiação da vida em Cristo. Esperamos um novo Pentecostes que nos livre do cansaço, da desilusão, da acomodação ao ambiente. Esperando uma vinda do Espirito, que renove nossa alegria e esperança. Por isso, é imperioso assegurar calorosos espaços de oração comunitária que alimentem um fogo de um ardor incontido. E que torne possível um atraente testemunho de unidade para que o mundo creia. Um fogo incontido, aquele que não conseguimos conter, ele arde de um uma forma incontida. Nossos Grupos de Oração precisam ser esses calorosos espaços de oração que façam o fogo, o fogo que queima, que esse fogo de ardor incontido possa se alastrar.

Atos 2

Quando paramos em nossa humanidade, paramos naquilo que somos capazes por nós mesmos. A fé nos atira para aquilo que não somos capazes pela força humana, mas nos tornamos capazes pela força de Deus. Então os apóstolos estão ali, no contexto que tinham fugido, tinham negado, estavam com medo de perder a suas vidas, mas com a vinda do Espírito Santo, aqueles apóstolos saem do Cenáculo. Eles saem daquele espaço de oração comunitária, que alimentou neles o fogo de um ardor incontido.  Nós somos chamados a viver verdadeiramente o fogo do ardor incontido, pois se nós não temos saído e porque nossos Grupos de Oração não têm sido calorosos, espaços de oração comunitária a ponto de alimentar em nós esse fogo.

Quando nossos Grupos de Oração recebem essa graça, do fogo incontido, que seja a  partir do núcleo, que seja a partir da reunião de oração, do grupo de perseverança, o Grupo de Oração para nós se torna ponto de partida.

Nós só estamos aqui porque os apóstolos saíram do Cenáculo. Tem muitos filhos de Deus, que precisam estar aqui, mas só estarão se nós tivermos o Grupo de Oração como ponto de partida. São João Paulo II vai dizer que “os Grupos de Oração são uma graça para santificar a Igreja, renova nela o gosto pela oração. “Essa graça não pode ficar retida, não temos o direito de achar que essa graça e só para nós. Não temos o direito de esperar que as pessoas venham ao Grupo de Oração, porque os apóstolos não esperaram, imbuídos da graça eles foram, eles partiram.

No nº 548 do Documento de Aparecida “a igreja clama pela voz de nossos pastores. Necessitamos de um novo Pentecostes. Necessitamos sair ao encontro das pessoas, das famílias das comunidades, dos povos para lhes comunicar, a partir do dom do encontro com Cristo que tem preenchido nossas vidas de sentidos, de verdadeiro amor, de alegria e de esperança”.  

Quantas pessoas estão à mingua, estão tirando a própria vida, estão tirando a vida daqueles que Deus lhes deu como família, quantas pessoas desesperadas, e nós tendo o Grupo de Oração como ponto de chegada. O senhor está nos falando pela voz da Igreja “é preciso ir aqueles que necessitam da graça de Deus” é preciso levar as graças para as pessoas que estão perto de nós, mas longe de Deus.  Para isso precisamos estar cheios do fogo incontido, pois não há evangelização sem a ação do Espirito Santo, e Ele quer nos impulsionar. 


Adinezia Pereira Cristo
Grupo de Oração  Beata Helena Guerra
Ouriçangas - Bahia

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga