Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Brasil

Dioceses

RCC de Itabuna realiza neste fim de semana o EDF

A Renovação Carismática Católica da Diocese de Itabuna, no sul da Bahia, realizará nos dia 20, 21 e 22 de abril, o Encontro Diocesano de Formação (EDF) para coordenadores e ministérios.

O  Encontro será realizado na Terceira Via Hall. O espaço de eventos fica localizado na Avenida José Soares Pinheiro,1718, no bairro Lomanto em Itabuna .

O que é o EDF?

O EDF é um momento de profunda oração, formação geral e específica e escuta profética. Outro aspecto muito importante é a partilha dos projetos e serviços em andamento e das Moções Proféticas que direcionam os trabalhos do Movimento.

O EDF se consolida a cada ano entre os líderes da RCC e tem sido um dos eventos que mais fortalecem a unidade entre os membros do movimento na diocese pois é destinado a coordenadores diocesanos, de Ministérios, de Grupos de Oração, de equipes e núcleos de serviço.

Durante este encontro, os membros de todos os Ministérios se reúnem para receber formação sobre questões específicas de cada serviço, além de participarem de momentos de partilha, vivência fraterna e oração.

Confira a programação completa!

20 de abril / SEXTA-FEIRA

18h Missa de Abertura na Catedral de São José – Itabuna

19h30 Encerramento

21 de abril / SÁBADO (Terceira Via Hall)

07h30- Santo Terço

08h- Abertura / Acolhida / Oração

09h- 1ª Pregação: “Eu sou Aquele que é, que era e que virá, o Todo Poderoso.” (Cf Ap 1,8)

09h50- Adoração Eucarística

10h30- Intervalo

11h- Animação e Oração

11h15- 2ª Pregação: “Eis que Estou à porta e bato” (Cf Ap 3, 20a)

12h15-Comunicação de Palco / Direcionamentos

12h30- Intervalo para Almoço

14h- Workshops

16h- Intervalo

16h30- Workshops

18h- Encerramento dos Workshops

18h30- Santa Missa

20h- Encerramento

22 de abril / DOMINGO (Terceira Via Hall)

07h30- Workshops

10h- Encerramento dos Workshops

10h30- Animação / Louvor / Oração

11h- 3ª Pregação: Retornando ao Primeiro Amor

12- Intervalo para Almoço

13h30- Animação / Oração

14h- 4ª Pregação: Grupo de Oração a alma da Renovação

15h- Intervalo para Preparação da Missa

15h30- Santa Missa

17h- Encerramento do EDF 2018

RCC Salvador realiza formação para Coordenadores de Grupo de Oração

No próximo dia 22 de abril acontece, na Arquidiocese de São Salvador da Bahia, o Encontro de Formação para Coordenadores de Grupo de Oração. O evento terá a coordenadora estadual de planejamento da Renovação Carismática Católica da Bahia , Terezinha Araujo.

O encontro terá sua inscrição gratuita e acontece das 8h às 17h, no auditório do centro comunitário da paróquia Nossa Senhora do Resgate, no bairro do Cabula. "Contamos com a presença de todos os Coordenadores, pois será um dia de muita formação para todos nós, ressalta a presidente do Conselho Arquidiocesano da RCC Salvador.

Ela pede aos coordenadores que não possam comparecer, que enviem um representante. "Todos os Grupos de Oração devem ser representados nesta formação que têm o Direcionamento do Conselho Estadual da RCC Bahia".

Haverá almoço para os participantes no valor de R$ 15,00 + R$ 10,00 do lanche pela manhã e tarde. Sendo assim, o combo com almoço + lanche R$ 25,00. Caso alguém deseje levar o seu almoço fique a vontade. Porém, é preciso que a necessidade ou não da alimentação seja informada no ato da inscrição. Para garantir um melhor atendimento aos participantes.
As inscrições podem ser feitas através do link https://goo.gl/dSYuS3.

Você já pode conferir o áudio das pregações e homilias do Encontro Estadual de Coordenadores e Núcleos de Grupo de Oração




































#EECNGO QUEM SERVE TAMBÉM BEBE DA GRAÇA!


O Encontro Estadual para coordenadores e Núcleos de Grupos de Oração, realizado em Feira de Santana, de 16 a 18 de março, reuniu mais de mil lideranças baianas da Renovação Carismática Católica. Também reuniu um povo fervoroso e fiel que trabalhou arduamente, permitindo ser instrumento de Deus para que a graça acontecesse. Se os pregadores trazem aquilo que Deus quer nos falar, essa turma garante que a mensagem chegue por completo. Sem murmurações!




LEONARDO SANTOS BASTOS - Coordenador Estadual do Ministério de Música e Artes – Grupo de Oração Magnificat - Diocese de Irecê

Para o serviço do MMA é estar em um encontro onde recebemos mais de Deus do que estar se doando, é um mover extraordinário de Deus.
Sempre costumo dizer para os Artistas Carismáticos que servir em um evento é também receber da graça de Deus, enquanto estamos servindo estamos recebendo dessa graça numa proporção extraordinária que servir para nós significa lucrar daquilo que é da graça de Deus, ou seja, não estamos somente se doando mas sim recebendo as graças divina que nos leva a viver cada dia mais a experiência de viver a verdadeira arte.
Então levar a verdadeira arte é receber de Deus e na mesma proporção transmitir essa essência que é levar à arte, a música, a dança aos outros.


ELAINE SOARES – Coordenadora do Ministério de Formação da Arquidiocese de Feira de Santana
Independente de qualquer coisa, o Senhor nos convoca e nós damos o sim. Temos que ser servos e todo e qualquer lugar, o Senhor nos honra na obediência, este deve ser o nosso foco.





ERICK BATISTA FIGUEIREDO – Coordenador Estadual do Ministério de Intercessão.


Como servo Eu descobri e percebi que existe o momento de servir e de ser servido, assim como existe o momento de ser Pastor e de ser Pastoreado. Cabe a nós discernir e saber quando eu vou estar bebendo da graça e quando eu vou dar de beber, o que eu não posso é ser egoísta, se eu estou aqui hoje é porque alguém algum dia, realizou o serviço e quis fazer a obra do Senhor e entendeu a necessidade do servir.
O Senhor nos revela primeiro porque somos o povo da oração e nós combatemos diante daquilo que é nos revelado, é uma questão de discernimento e não de egoísmo, saber que precisamos nos posicionar para que o outro irmão conheça Jesus, por isso que eu preciso servir, ele precisa estar bem para que eu também esteja bem, mais tarde vamos que precisar do outro irmão que um dia foi servido por mim.
GILDA DE FREITAS – Membro do Núcleo Estadual do Ministério de Intercessão.
Eu tenho consciência de que estou no trono da graça, por primeiro estou bebendo da fonte pois estou diante do Senhor e quando nós estamos diante do Senhor escutando a sua vontade e combatendo o que se levanta contrário a vontade de Deus, a gente por primeiro bebe da fonte, sabemos que na intercessão a graça chega primeiro, a Senhor releva primeiro aos intercessores para que já entremos em oração para que o povo viva a graça. 

   

FABIANO NASCIMENTO – Bombeiro Civil – Servo do Grupo de Oração Divina Luz – Diocese de Rui Barbosa

Vemos a importância hoje como Bombeiro Profissional Civil a questão não só de servir no meio da RCC (verificando a questão da saúde, segurança e integridade física das pessoas) mas também de trazer pessoas que em determinados momentos são selecionadas por Deus, pois estar apenas no meio do público a serviço não quer dizer que a benção divina não nos alcance.

Traçamos um grupo que vem selecionado indicados a cada momento, cada pessoa neste exato momento está passando uma dificuldade, tem um pedido a ser feito, e com certeza sairá daqui agraciado com a certeza de não só da missão cumprida, estar zelando pela vida, como dizemos sempre QUEM NÃO NASCE ARA SERVIR, NÃO SERVE PARA VIVER, e este é o nosso lema, somos de fato uma família, que a cada dia vem se renovando, e selecionando cada integrante para estar aqui.


MARI ALBA – Bombeiro Civil – Servo do Grupo de Oração Divina Luz – Diocese de Rui Barbosa

 A nossa profissão e a nossa missão dentro da Renovação nos fez dar um nome ao grupo que hoje fazemos parte, não somos apenas Bombeiros Civis, nossa equipe se chama GBCCC – Grupo Bombeiros Civis Cristãos Carismáticos e o próprio Deus colocou em nosso coração esse desejo, não apenas de sermos profissionais, mas também de sermos servos.

“ NÃO TEMOS APENAS UMA PROFISSÃO, MAS SIM UMA MISSÃO. ”

Hoje eu entendo qual é o meu ministério, (já fiz parte da intercessão, pregação e música) hoje eu faço parte do ministério do cuidado, cuidar da vida enquanto Deus cuida da gente. Esta missão é tão da vontade de Deus, vontade do Espírito Santo, que ela vem trazendo para nós profissionais que chegam até a gente totalmente destruídos, vem trabalhar no evento da Renovação, conhece a Renovação Carismática, bebe da graça e acaba saindo restaurado, acaba saindo totalmente apaixonado pela Renovação Carismática.

“ ALÉM DA MISSÃO DE CUIDAR DA VIDA, TEMOS A MISSÃO DE CUIDAR DA ALMA DOS NOSSOS BOMBEIROS. ”


 FREDERICO MASTROANGELO - presidente do Conselho Estadual da RCC Bahia

Coordenador Estadual da RCC BAHIA
Num evento como esse é muito importante a presença de cada coordenador de equipe e cada servo que compõe esta equipe, até porque se não existisse as diversas equipes o evento não aconteceria. Então podemos observar dentre as diversas equipes de serviço que são essenciais o evento não aconteceria, e com toda certeza estes irmãos que estão servindo também podem beber da graça, e essa graça eles não obrigatoriamente ouvindo alguma coisa, mas Deus é quem sonda tudo e sabe de todas as coisas, e concedem a eles uma graça mesmo que eles estejam dentro do serviço, indo e vindo, que é próprio daquilo que é proposto neste tempo.
Aproveito a oportunidade para agradecer a todo e qualquer irmão/irmã que no ENCONTRO ESTADUAL DE COORDENADOR E NUCLEOS DE GRUPOS DE ORAÇÃO disponibilizou um pouco do seu tempo para o serviço, seja ele antes, durante e ainda servirá depois, ou aquele que serviu durante um curto tempo dentro do encontro, muito obrigado a todos, que Deus possa continuar abençoando, não porque serviram, mas porque Deus sempre nos abençoa.

#EECNGO Eu sou Aquele que é, que era e que será o Todo Poderoso (pregação 3)


A coordenadora nacional do Ministério de Oração por Cura e Libertação (MOCL), Marizete Nascimento, iniciou a terceira e última pregação do sábado meditando sobre o capítulo 1 do livro de apocalipse, relatando que este é o livro da Esperança e do louvor. “Esse ano a Renovação Carismática Católica (RCC) está aprofundando os três primeiros capítulos desse livro (Apocalipse) para que aumente em nossos corações a esperança daquilo que não se vê, acreditando naquilo que o céu reserva para nós”.

Marizete lembra que esperar em Deus, aguardar o céu mesmo diante de todas as dificuldades e violência, precisamos crer. “Nós precisamos ser esses profetas da esperança, homens e mulheres do louvor”. Reatando, renovando, reabrindo o louvor em nossos grupos de oração, porque o louvor é o que faz a graça se derramar em nosso meio.

“DÊEM MAIS TEMPO AO LOUVOR NOS GRUPOS DE ORAÇÃO”

Segundo ela, logo no prólogo, entendemos o significado de Apocalipse que é Revelação de Jesus Cristo, o próprio Cristo se revela no Livro. Deus revela as coisas que acontecerão muito em breve. Até o capítulo 3 nós vamos ver a nossa necessidade e a partir do 4 até o 22 iremos ver as realidades futuras aquilo que Deus tem para nós, as maravilhas e a experiência do céu. 

“O livro de Apocalipse é o próprio Deus que fala conosco e o testemunho do próprio Deus”. Percebemos imediatamente as Bem-Aventuranças do Livro do Apocalipse. Seguindo o capítulo 4 João se refere as 7 Igrejas e 7 significa a Plenitude e Perfeição. “Jesus é a testemunha fiel, Ele veio e se manteve fiel até a morte e morte de cruz e o seu nome prevalece agora e para todo o sempre”. O nome de Jesus Cristo é ontem, hoje e sempre.

“Podem instruir você, mas não podem destruir o poder de Deus que habita em você, pela morte de Jesus Cristo na cruz“. Ele é o primogênito dos mortos é o que morreu para que todos nós tenhamos vida e vida em abundância, a vida que o inimigo não pode derrotar.

“Não importa a morte que se morre e sim a vida que se inicia na glória de deus“. Devemos glorificar pelo nosso corpo espiritual, pois o inimigo destrói o corpo material, mas o espiritual volta para os braços do Pai. “Nosso corpo espiritual tem um lugar para ir e este lugar é eterno”


Quando fomos batizados no Espírito Santo, encontramos Deus, por isso não devemos ter medo da morte e sim experimentar o céu em nossas Adorações. “Jesus abriu o céu para nós a partir do batismo no Espírito Santo”

A coordenadora nacional do MOCL lembra que Jesus é o príncipe dos reis da terra, pois Ele é soberano. “Não existe ninguém nesse mundo que maior poder que o nosso Senhor Jesus Cristo.” Tudo o que acontece na terra pelos reis da terra é porque Deus permite, quando Deus não permite todo reinado é destruído.

Jesus Cristo nos ama e é Soberano e Primogênito entre os mortos. As vezes não usufruímos do Amor infinito que Jesus tem por nós a ponto de morrer na cruz. “Toda a vez que clamamos pelo sangue de Jesus, o sangue te cobre e te preveni de todos os dardos inflamados pelo maligno”.

“NÃO TENHA MEDO, POIS JESUS REINA PARA SEMPRE”

Quando expulsamos em nome de Jesus, tudo é quebrado. Ele destrói todo o poder de satanás na vida do ser humano. Lavando-nos de todo o pecado com o seu Sangue Precioso, clamando todos os dias pelo Sangue de Jesus. “Quando a nossa mente está prejudicada pela carne, coloque aos pés da Cruz, que a partir daquele momento mal nenhum pode resistir”. Coloquemos sempre nossa fragilidade para ser lavada pelo Sangue de Jesus para que sejamos purificados e libertos.

Deus fez de nós sacerdotes que significa aquele que serve o Amor de Deus para os irmãos.

“Devemos ser garçons do amor de Deus”. Muitos deuses desse mundo queriam que os Cristãos que curvassem diante deles e alguns cristãos preferiram morrer para não se render a eles. João no texto, reconheceu a realeza de Jesus, teve convicção e perseverança em Jesus, por isso ele propagou o que Jesus fez em sua vida, para as sete Igrejas.

“Devemos ser candelabros de Cristo”. Para levarmos a Luz de Cristo aonde formos. Onde a Igreja se reúne, Deus está em nosso meio e revela. Ele é onisciente, sabe tudo sobre você. Os pés de Jesus te darão estabilidade. Ele é acessível está em todos os lugares.

#EECNGO O Dom do Discernimento dos Espíritos no Protagonismo da RCC (pregação 2)


A segunda pregação do Encontro Estadual de Coordenadores e Núcleos de Grupos de Oração (EECNGO) foi conduzida pela coordenadora nacional do Ministério de Oração por Cura e Libertação (MOCL), Marizete Nascimento, que iniciou recordando a todos a missão do MOCL. Fazer com que cada pessoa que vá ao Grupo de Oração (GO) possa ser liberta e curada de todo mal, e esta missão não é somente deste ministério, é de todo coordenador e servos do GO.  “Nós temos que fazer com que as pessoas que cheguem lá saiam melhores do que chegaram, fazer com que as pessoas sintam que lá também é a sua casa e ter o compromisso de encontrar-se com o Senhor e com os irmãos semanalmente”. O GO é lugar de perseverança de todos os servos e coordenadores da RCC, você não tem como servir ao Senhor se não for a partir do Grupo de Oração.
Ela trouxe algumas definições para ajudar na pregação: DISCERNIMENTO – Dom de Deus, perceber claramente, distinguir as vozes de Deus, do Humano e do Mal, entender/compreender se é a vontade de Deus. PROTAGONISMO – Assumir uma imensa responsabilidade, a de decidir que tipo de história estamos construindo.

A coordenadora nacional do MOCL convidou a liderança da RCC Bahia a parar e pensar que tipo de história estamos construindo?  Onde queremos chegar? Qual é o nosso objetivo? Para construir uma história precisamos ter o discernimento dos espíritos, por qual espirito estamos sendo conduzidos? Preciso ter a certeza do espirito que me conduz.

Segundo ela, existem 3 tipos de espirito: ESPIRITO SANTO DE DEUS, HUMANO E MALIGNO. “Precisamos ter sempre essa orientação do espirito, para que que possa compreender, com propriedade esse discernimento do espirito”. É o Espirito do mal? Por onde eu for estarei levando a discussão, a murmuração, a briga, o falatório; É o Espirito Humano? Por onde eu andar estarei querendo construir o meu nome, estarei querendo que as pessoas se voltem para mim; Ou é o Espirito de Deus? Eu estou em missão pelo Espirito Santo? “Então se é em missão pelo Espirito Santo, eu preciso me deixar conduzir por ele, eu preciso ter uma vida de oração”.

“Não tem como eu discernir aquilo que o espirito quer se eu não oro e não adoro o Senhor. Se eu estou aqui para servir a meu Senhor, ninguém poderá me tirar dessa graça”.

1º TOMAR AS MINHAS DECISÕES SEGUNDO A VONTADE DE DEUS

Numa coordenação precisamos tomar decisões o tempo todo, cabe a você se voltar para o Senhor e perguntar é do querer Dele. “Com o tempo vamos deixando as nossas próprias vontades de lado e começamos a fazer o que o Senhor quer”.

De acordo com Marizete, no discernimento nossa carne nunca estará satisfeita se não será o espirito humano comandando. “Quando for discernir algo sempre será pensando no bem do outro e não no seu próprio bem, então eu tenho que decidir conforme a vontade de Deus”. Sempre orando, adorando e perguntando: Senhor qual é a tua vontade?

É fundamental para todo coordenador e servo de GO a Oração cotidiana e adoração sempre que puder, por que o Senhor nos chama a adorar em espirito e em verdade. “O Senhor te chama a adorar de onde você estiver, o Senhor não te chama somente para adorar na igreja ou no Grupo de Oração, mas sim no seu coração”.

Como nos diz a moção do movimento para este ano, “o Senhor não te chama a superficialidade, te chama a intimidade com ele, a mergulhar mais fundo e ir a profundidade com Deus e ainda assim não se dê por satisfeito, o Senhor sempre irá te pedir mais”. O Senhor sempre vai querer que você dê passos maiores com Ele. “Muitas vezes o Senhor vai querer que você esteja naquele lugar não para fazer, mas para ser curado”.

SEJA, PORQUE O NOSSO DEUS É, E NÃO AQUELE QUE FAZ.

Ame a sua missão e quando concluir dê GLÓRIA A DEUS por tudo o que ele fez. No reino de Deus não existe desempregado, há muito trabalho a fazer. Se você acabou de sair de uma coordenação, você pode pregar, interceder, aconselhar etc.

2º DOM DE DISCERNIMENTO DAS INSPIRAÇÕES DOS OUTROS

Quando se está cheio de certezas você peca. “Nunca discernir nada sem antes perguntar primeiro a Deus, principalmente se for sobre a vida do seu irmão. Não decidir nada do GO sem primeiro perguntar a Deus, a reunião do núcleo, é uma reunião de oração, de adoração e decisão para esclarecer se aquela decisão realmente é de Deus. Precisamos ter a docilidade na vontade de Deus”.

3º DOM DO DISCERNIMENTO NA VIDA PESSOAL

Tomai enfim o capacete da Salvação e a espado do Espirito, que é a Palavra de Deus. Ef 6, 17. “O Dom do discernimento do Espirito na vida pessoa é tomar todos os dias o capacete da salvação. Isto é andar na minha mente protegida sempre com a palavra de Deus. A medida que eu leio, me dedico e contemplo, a palavra de Deus toma forma na minha mente”.

“Carismático sem bíblia não é carismático. Carismático que vai sem bíblia a Grupo de Oração é novato. Não pode o celular tomar o lugar da Bíblia, precisamos ser servos e ministros da palavra”. Repreender quando estiver um pensamento mal, para repreender outras vozes que escutamos.

“ JESUS TE SALVA, MAS É O SOFRIMENTO QUE TE SANTIFICA. ”

O Espirito Santo é a vontade substancial de Deus na sua alma, é do Espirito Santo que mora em você (At 8, 16-39). “Não deixe que falem da sua vida pessoal, pergunte a Deus o que ele quer de você”. Pessoas que são batizadas e continuam pecando, o Senhor deseja uma CONVERSÃO SINCERA. A verdade sempre, mentira nunca.

Para a coordenadora do MOCL, precisamos voltar a espontaneidade no Grupo de Oração, “deixar o povo louvar, porque é no louvor que o povo é curado, deixar que o povo reze/louve. Aprenda a agir com misericórdia”.

“ RENOVAÇÃO NÃO É LUGAR DE PODER, RENOVAÇÃO É LUGAR DE SERVIÇO, SERVIR AO IRMÃO“. O Senhor pede que sejamos evangelizadores e servos da tua palavra, servos da tua vontade.

#EECNGO Conversão Sincera (pregação 1)


A primeira pregação do Encontro Estadual de Coordenadores e Núcleos de Grupos de Oração (EECNGO), realizada por Taciano Souza Nascimento, coordenador  do Grupo de Oração Magnificat (Irecê – BA) trouxe de cara um pedido às lideranças da Renovação Carismática Católica (RCC) de toda a Bahia, que fizeram suas renúncias e a escolha de estarem no evento em Feira de Santana. De realmente estar com os corações e os ouvidos bem abertos e atentos.

“Tantas vezes vamos aos Grupo de Oração querendo um consolo de Deus. Muitas vezes nos colocamos diante de Deus querendo que Jesus fale ao nosso coração. Vamos diante do Senhor depois do trabalho, já cansados, mas muitas vezes com nossos corações já estão inclinados a ouvir de Deus aquilo que nos agrade, tantas vezes não conseguimos ouvir o que Deus tem a dizer porque muitas vezes a vontade de Deus não coincide com a nossa vontade”.

Taciano continuou alertando que colocamos diante do Senhor buscando, até com reta intenção, ouvir Sua vontade, querendo respostas as nossas necessidades. Mas muitas vezes saímos decepcionados porque não temos a resposta que queríamos. “O primeiro convite que Deus nos faz é a uma conversão sincera. Talvez nós quiséssemos ouvir sobre o Amor de Deus que nos atraiu, que nos conquistou, que nos consola e não tivéssemos tanto esse desejo que ouvir esse primeiro convite de nos converter. Eis o convite de Deus para você: Conversão Sincera”.

Para o coordenador do Grupo de Oração Magnificat, somos resultado de uma profunda experiência com Jesus Cristo. Batizados pelo Espírito Santo (BES). Essa experiência foi uma virada radical para cada um de nós. Por meio do Batismo no Espírito Santo gerou a graça de uma profissão de fé.

O ex-coordenador do Conselho Estadual da RCC Bahia exemplificou que Pedro a partir do seu encontro com Jesus professou sua fé, porém poderíamos pensar que após a profissão de Pedro, ele jamais fosse negar Jesus. Mas assim como Pedro, negou Jesus, nós também muitas vezes o fazemos. “Por meio do BES Deus modifica nossa vida, confundindo a muitos que nos conheceram antes dessa graça, nos chamando até mesmo de doidos, até duvidam se de fato, houve uma transformação, até dizem que estamos nos Grupos de Oração para buscar status na Igreja”.

O pregador alertou que a efusão no Espírito Santo não é suficiente para nos justificar diante do Senhor, essa vivência é especial, houve a mudança, não há dúvida, mas há uma realidade que nos atinge que acharmos que já abandonamos a vida de pecado, exortando-os por meio do livro “As três idades da vida interior – Pe Reginald Garrigou Lagrange” que muitas almas não saem do estágio iniciante devido a preguiça espiritual.

Ele lembra que muitas vezes você olha para aquele servo achando que ele é santo. Olha como ele ministra a música! Olha aquele intercessor! Você não define o santo pelo carisma. Assim, se entregam a tibieza e se tornam uma alma retardatária, não progride. “Será que você não está a mesma pessoa de 5 anos, de 10 anos atrás”. Deus está nos exortando neste encontro a vivermos uma Conversão Sincera, precisamos dar mais passos, Deus está nos chamando a ir além.

Em Ap 2, 1-5 Deus fala a Igreja de Éfeso para retornar de onde caiu, retornar ao primeiro amor. Deus elogia, vê as obras, valorizando a Igreja de Éfeso, exalta o sofrimento, a perseverança, mas exorta a volta, Ele reprova a conduta. Apesar de ter perseverado, a Igreja negou, caiu. Ele clama o retorno, porque se não retornar.

O que Deus reprovou na Igreja de Éfeso, porque eles estavam servindo a Jesus para engrandecer a si mesmos. Faziam as coisas certas, mas a finalidade estava errada e não estavam com Deus. Era preciso retornar ao primeiro amor, reconhecer que antes de fazer as coisas para Deus eu preciso estar com Deus, Amar a Deus acima de todas as coisas. Acima do nosso ministério. “Infelizmente, estamos sendo tentados a ser meros funcionários. Arrefeceu o amor. Fazemos coisas para Deus, mas não estamos com Deus”.

Taciano questionou a todos os coordenadores: “Você se lembra do seu Batismo no Espírito Santo? Você estava com o Senhor, queria que todos fossem batizados e experimentassem daquela alegria”. O que acontece com o carismático que está preocupado em só fazer as coisas para o Senhor? A consequência lógica é cair na tibieza, que é uma mornidão espiritual. Você está morno na fé¿.

Santa Tereza de Ávila - Três realidades da alma, ela descreve o santo, o pecador e o mundano: O santo, é aquele que renuncia os pecados mortais e luta para não cometerem os pecados veniais e tem um desejo ardente pelo Senhor; o pecador é aquele que ainda está na via de pecado, que ainda não conseguiu renunciar os pecados mortais e veniais, portanto, essa pessoa continua servindo, continua no ministério. Porém entre o santo e o pecador existe esse sujeito terrível, mundano, que foi batizado, mas caiu na tibieza espiritual e na mornidão espiritual e essa pessoa está na presença do Senhor, que ela compara ao Rei no Castelo e essa pessoa abre a janela e começa a olhar a vida dos pecadores e começa a se lamentar: “Como eu sou infeliz! Nossa minha vida é uma desgraça! E assim, a pessoa começa a invejar a vida as outras pessoas. Abre a janela da alma e contempla o mundo. Tudo é motivo de murmuração. Isso é terrível. Isso está acontecendo na vida de muitos carismáticos”. A alma cai no pecado da Vaidade. A pessoa que se apegou ao cargo que exerce. Julgando que nenhuma pessoa é capaz de fazer um planejamento, fazer igual ao que “eu faço”. Tudo o que faz é para engrandecimento a si mesmo.

Outro perigo: Quem é que tem vida pessoal de oração diária? Mas você é vaidoso e você fica se observando, e diz: “olha como eu sou piedoso? Como eu progredi na espiritualidade? Você começa a se autocontempla. Você está sozinho na capela, mas você deseja que alguém te veja adorando ao Senhor”. Isto se chama, vaidade. Você exerce um serviço, mas a alma na tibieza faz as coisas para se engrandecer.

O Senhor nos chama a conversão sincera. Ele lembra que o Pe. Paulo Ricardo chama de segunda conversão. “Estamos falando para pessoas convertidas. Vai volta na tua verdade. Vende tudo que tens e dá aos pobres. O jovem já não pecava segundo aos mandamentos, Jesus o amou, mas o exortou a vender tudo que tinha” (Lucas 18).

No diário de bordo do ENF tem um texto de Kátia Roldis Zavaris -  um coração que se abre verdadeiramente para Jesus. “Saiam dessa vida medíocre. Das coisas pequenas. Deus está pedindo mais de você”.  Infelizmente, estamos nos conformando com o mundo. Cuidado carismáticos que andam na mesma forma do mundo. Que usam as mesmas roupas, os mesmos anticoncepcionais, desprezando os projetos de Deus para a família.

“Não vos conformeis com esse mundo, mas vos transformai pelo Espírito para discernir o que é de Deus” (Rm 12). Você que é liderança pode até dizer: “Eis que deixamos tudo Senhor para te servir, mas tem uma coisa que não entregamos a Jesus ainda:  nós mesmo”.  Renegar a si mesmo, aniquilar a si mesmo para abraçar a Cruz. Amar mais a Deus do que o seu ministério. “Esse é o remédio para a conversão sincera:  amar mais a Deus”.

“Devemos estar dispostos a entregar tudo a Jesus, se Ele nos pede. Está preparado para entregar a sua coordenação?”. Temos que dar passos para a conversão sincera. Não podemos estar apegados

O primeiro passo para a conversão sincera é romper com o mundo de uma vez por todas.  “A perfeição é amar ardentemente ao Senhor Jesus e ter uma vida de santidade. Jesus desejou que você estivesse aqui não para fazer coisas, mas para ficar na presença d”Ele”.