Estão abertas as inscrições para o Estadual para Coordenadores e Núcleos de Grupos de Oração

Slider

Vídeos

Notícias

Ministérios

Artigos

Formação e Espiritualidade

RCC Brasil

“Grupos de Oração, Cenáculos de Jerusalém nos dias de hoje”, afirma Presidente Nacional da RCC Brasil no Encontro Estadual para servos da RCC Bahia


  

A última noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia contou com a presença de Vinícius Simões, atual presidente Nacional da Renovação Carismática Católica do Brasil. Vinícius com muita simplicidade expressou sua alegria em poder participar desse Encontro Estadual para servos da RCC Bahia e já profetizou que as vidas de todos seriam divididas “antes do Encontro” e “depois do Encontro”.

A condução dessa última noite ficou por responsabilidade da Diocese de Amargosa que com muita alegria e entusiasmo introduziu a todos os servos e demais acompanhantes do canal do YouTube da RCC Bahia na oração, motivando a abraçar os seus em suas casas e extravasar de alegria.

Coube ao Presidente Nacional pregar neste Encontro Estadual para servos da RCC Bahia o tema: Grupo de Oração conduzido pelo Espírito Santo. Vinícius já no início de sua pregação afirmou que nossos Grupos de Oração, são nossos Cenáculos de Jerusalém, hoje. Lugar de experiência expectante com o Espírito Santo. É nos Grupos de Oração que o Pentecostes é atualizado. Hoje somos convocados por Jesus, assim como Ele pediu aos discípulos (At 1,4) que nós aguardássemos em nossos Grupos de Oração o cumprimento da Promessa. Assim, Vinícius propõe a todos um mergulho no Espírito Santo e que possamos corresponder a vontade de Deus, que é a nossa santidade. Lugar propício da experiência de Pentecostes com o mesmo Espírito Santo que foi derramado sobre os discípulos, é derramado hoje sobre nós e continuará sendo derramando até a volta de Jesus. “Cada carismáticos é chamado a ser rosto de Pentecostes” salientou Vinícius. 

Enfatizando que as pessoas devem reconhecer em nós a graça de Pentecostes. Salientando que o Papa utiliza a expressão “trazer memória”, memória é trazer de volta lembrar, recordar. Recordar para atualizar a experiência de Pentecostes.  “Há um Pentecostes para hoje, aqui é agora.

Vinícius ressaltou que a direção do Grupo de Oração deve estar nas mãos do Espírito Santo, Ele é o protagonista, é Ele quem dirige, conduz, aparece, nós somos meros instrumentos dóceis a Ele. O Grupo de Oração deve ser comparado a uma grande orquestra, nós somos os músicos nos diversos instrumentos regidos pela batuta do Espírito Santo.  Esse é o desafio. Abandonar-nos inteiramente nas mãos do Espírito Santo. 

O presidente Nacional, também trouxe o texto do Evangelho de São João capítulo 3, versículos de 6 a 8 para enfatizar a grande diferença entre os que vivem pela carne e os que nascem e vivem pelo Espírito. É preciso deixar morrer a carne para renascer no Espírito, infelizmente, muitas pessoas têm dificuldades de nascer para o Alto. Maria nos mostra como devemos deixar o Espírito prevalecer em nossas vidas. Sua vida foi totalmente entregue nas mãos do Espírito Santo. Quando o anjo vem anunciar-lhe a missão que Deus confiava a ela, com muita docilidade, após ouvir a explicação do anjo ela responde: “Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim, segundo a tua palavra. ”Enfatiza que Maria nos ensina que o Espírito Santo é quem assume o controle da nossa vida, sendo assim, é o Espírito Santo quem assume a direção de nossos Grupos de Oração.

Salientando que esse abandono é um exercício diário.  Devemos sempre responder como Maria: Eis aqui o (a) servo (a) do Senhor.... Devemos ter uma entrega total ao Espírito Santo. 

Vinícius também expressou que não tinha dúvida nenhuma de que Maria foi à garantidora da serenidade e docilidade ao Espírito Santo aos discípulos que ansiosos e receosos se encontravam na sala do Cenáculo na expectativa do Espírito Santo prometido por Jesus. Aqueles homens estavam abertos a ação do Espírito Santo por isso ficou cheios. Vinícius ressaltou que Pentecostes foi um verdadeiro Tsunami do Espírito Santo, um grande Tsunami do Amor. A partir desse derramamento do Espírito Santo vidas são transformadas, milagres acontecem, mortos revivem.

Afirmando ainda que o Espírito Santo é um verdadeiro rio  caudaloso que arrasa tudo o que não é de Deus e inaugura um tempo novo, nos desinstala, abrindo-nos para as coisas que Deus tem reservado para nós. Citando David Mangan, um dos pioneiros do evento de Pentecostes em Duquesne, no qual afirma que o Batismo no Espírito Santo é um verdadeiro marco. É uma dinamite que explode e faz novas todas as coisas dentro de nós.  Nos impulsionam, nos faz sentir uma amor renovado pela Igreja, nos dá fome e sede da Palavra.

Vinícius enfatizou sobre a imprevisibilidade do Espírito Santo nos nossos Grupos de Oração, não podemos adestrá-lo, pelo contrário, nós é quem devemos estar abertos a sua ação. Não podemos correr o risco de “enlatar" a espiritualidade da RCC e os carismas. Ainda se referindo ao Espírito Santo como “Tsunami” reforçou que esse Tsunami do Espírito Santo vem para ordenar as coisas, assim como no início da criação o Espírito Santo pairava sobre o caos. O Espírito vem para organizar, trazer a ordem.

Exortando ainda a todos sobre a liberdade do Espírito Santo, Vinícius fez menção ao Papa Francisco em 2014: “Vocês o povo de Deus, o povo da RCC,  cuidado para  não perderem a liberdade que o Espírito Santo vos deu. Não percam a graça. Deixem Deus ser Deus. Deixem o Espírito Santo vos conduzir.

Pedro agiu como um Tsunami, abriu a porta do Cenáculo e pregou convertendo 3000 homens. Citando, David Wilkerson, escritor do livro A Cruz e o Punhal, salientando que se ele não tivesse se deixado conduzir pelo Espírito Santo a obra não aconteceria. Hoje ele já morreu, mas a obra permanece convertendo a muitos. Ressaltando que nós é que estamos a serviço do Espírito Santo e não Ele.

Finalizando sua pregação trazendo três pontos fundamentais para os coordenadores e servos:

1)      Como eu posso me deixar guiar pelo Espírito Santo?

 Via da Oração.  Preciso ser um grande carismático todos os dias, aberto ao Espírito Santo. Nutrir essa intimidade com o Espírito Santo.

 

2)      O Senhor quer dar direcionamentos a RCC:

Escuta, a cada coisa, a cada missão que vou fazer um novo Pentecostes, cuidado coordenadores é preciso ter escuta e a graça do discernimento dos espíritos para saber qual o principal animador seu está por trás. Para não parecer hoje que bate e volta na parede. É preciso diminuir para que o Senhor reine. Cuidado com nossos egos.

 

3)      Somos servos chamados a ter ousadia para romper com os esquemas:

Fugir da rotina, cuidado com projetos já pré-formatados. Quando permanecemos fechados em nossos esquemas é como ocorre com uma pessoa fechada em seu quarto, adoece. Não resistimos ao Espírito Santo. Deixemos o Espírito Santo conduzir nossos Grupos de Oração.

 

Por fim, Vinícius motivou a todos a ter uma medida alta na vida cristã, ser cheios do Espírito Santo,  deixamos ser inundados por essa Tsunami do Espírito Santo,  essa Tsunami do Amor, buscarmos ser novos, um reenvio, sermos sentinelas recrutados, não nos deixarmos abater, sermos vigilantes como as virgens prudentes. Deixemos a água do Espírito Santo nos tocar para tornar tudo são.  (Ez 47, 9)

IMPORTA QUE ELE CRESÇA E TODOS NOS DIMINUAMOS

 



A quarta noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia foi toda dedicada a exaltar o Senhorio de Jesus.

Quem pode acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da RCC Bahia pode prestigiar uma maravilhosa animação com canções que marcaram as vidas de tantos carismáticos em suas experiências em seus Grupos de Oração e Encontros, ministradas pelo Ministério de Música do Estado de Santa Catarina diretamente da Paróquia Imaculada Conceição, tendo a participação de Pe. Mateus, vigário da Paróquia que com sua voz harmoniosa encantou a todos os carismáticos baianos que louvavam e exaltavam a Deus por tamanha graça.

Durante o momento de oração, Pe. Mateus com suas mãos sacerdotais pediu ao Espírito Santo  que blindasse todos os servos contra todos os espíritos maus que queriam impedir de que todos estivessem na presença do Senhor. Pediu que o Espírito Santo derramado dons e carismas sobre todos.

O tema Senhorio de Jesus, dessa quarta noite de Encontro coube a Luciana Neves, Secretária do Conselho Nacional da RCC Brasil que inicialmente, acolheu a todos que estavam acompanhando pelas mídias sociais e principalmente,  aqueles que não são do Movimento Renovação Carismática Católica e que pela primeira vez estavam tendo contato com a espiritualidade da RCC. Enfatizou que aquela noite estava sendo uma caixinha de pedido de Oração, assim como a caixinha de pedido que tem na Paróquia e motivou a todos a aproveitarem essa oportunidade de escreverem seus pedidos para depositar aos pés de Jesus no Santíssimo Sacramento no momento da Adoração. E muito mais do que os pedidos, apresentassem seus corações. 

Luciana confirmando o pedido do Pe. Mateus ao Espírito Santo proclamou que todos sentissem a força do Espírito Santo naquele instante sobre todos, afirmando que a presença do Espírito Santo é real e que Ele se apresenta pela Palavra de Deus. Salientando que o Senhor queria e quer levar a todos para dentro de Seu coração. Reunindo a todos pelos aparelhos tecnológicos a terem um verdadeiro Encontro com Ele, aos seus pés. 

Sua pregação foi norteada no Evangelho de São João,  capítulo 3, versículos do 22 ao 30, do qual narra como João Batista era conhecido por todos na região do Rio Jordão, muitos eram batizados por ele, tinha discípulos, mas João não anunciava a si mesmo, anunciava, Jesus, o Messias, dizia que não era digno de desatar suas sandálias. Importa que Ele cresça e eu diminua.

Luciana exortou a todos os servos dos diversos Ministérios: “Pregador, Músico... Importa que Ele cresça e nós desapareçamos. Nós servos não anunciamos os nossos nomes, não podemos nos destacar, não importa que não nos chamem para pregar, para cantar, importa que Ele esteja sendo anunciado. É Jesus quem deve aparecer em nossos Grupos de Oração, em nossas pregações”.

Ainda com referência ao Evangelho, Luciana citava que o céu se abriu e todos que estavam ali ouviram a voz de Deus dizendo: “Eis meu filho amado em quem ponho minha afeição.” Muitos a partir daquele hora não queriam mais seguir João Batista,  mas a Jesus. João era cheio do Espírito Santo, não teve ciúmes de seu primo, porque ele não anunciava ele mesmo, mas anunciava o Senhorio de Jesus. João não deixou de ser ele mesmo, não se despersonalizou. Ele não trouxe as glórias para ele, ele continuou sua missão no Jordão. Jesus é o Senhor.

Lembrando do grande Encontro a convite do Papa a toda a RCC em 2017 por ocasião dos 50 anos do Movimento Renovação Carismática Católica no Circus Maximus em Roma, local onde foi palco do martírio de muitos cristãos, havia um Banner que se destacava porque estava escrito “Jesus é o Senhor” enfatizando que poderia estar escrito outra coisa em comemoração ao Jubileu, mas estava escrito: “Jesus é o Senhor”. Porque para Ele todo joelho se dobre.

Ainda exortava: “Não queremos nada para nós Tudo é para Ele. Entreguemos todas as glórias que são Dele. Toda honra para Ele. Todo o louvor para Ele. Os anjos O louvam dia e noite. Nós não estamos aqui para anunciar nossos nomes, mas o Dele. Não somos nada, mas Ele é tudo. Ele pode nos dar Tudo. Precisamos entender que Ele é e que somos Dele. Submetamos Tudo a Ele. Preparemos nossos corações para adorá-Lo”.

Os que estavam acompanhando viveram a partir desse momento uma experiência extraordinária aos pés do Senhor em Adoração.

Durante a Adoração o Senhor proclamou: “Eu sou o Deus do Impossível." Também foi proclamado que O Senhor estava descansando a todos Nele.

Luciana recordava a Profecia dos Campos brancos para a colheita, proclamando que não somos nós quem colheremos, mas o Senhor.  Ele afirma: “Sou eu quem colho".  A colheita é o Seu Reino plantado em nossos corações.  Cabe a todos verem (crerem) nestes campos brancos e prontos para a colheita.

Quem não conseguiu acompanhar confira na íntegra a pregação e experimentem fazer uma profunda entrega em Adoração aos pés do Senhor.  Confira o Canal da RCC Bahia. 

CHARIS realizará Encontro Nacional On-line


Estão abertas as inscrições para o Encontro Nacional on-line do Serviço Brasileiro de Comunhão do CHARIS (SBCC). O encontro será no próximo dia 26 de setembro, das 15 às 18 horas, através das redes sociais. CHARIS é o organismo que une todas as expressões da “Corrente de Graça”, a Renovação Carismática Católica mundial.

A participação é gratuita e a programação terá momentos de oração, louvor, pregação, entre outras atividades.

O tema escolhido foi retirado da liturgia eucarística da Igreja: “O amor de Cristo nos uniu”. Através dele, os organizadores ressaltam que o objetivo é refletir sobre um dos pilares da atuação do CHARIS: a promoção da unidade e a cooperação entre as comunidades.

Estão confirmadas as presenças de: Katia Roldi Zavaris, coordenadora nacional do SBCC; Vinícius Simões, presidente da RCCBRASIL (Movimento Eclesial); Monsenhor Jonas Abib, fundador da comunidade católica Canção Nova e Padre Wagner Ferreira, também da Comunidade Canção Nova; Padre Marcelo Rossi; Padre Eduardo Dougherty, fundador da Rede Século 21; Gabriela Dias e Padre Silvio, Comunidade Shalom; Aluízio Nobrega, fundador da Comunidade Face de Cristo; Prado Flores e Ângela Chineze, Escola de Evangelização Santo André; Comunidade Hallel e Clenir Guimaraes, fundadora da comunidade católica Hallel; Dom Mario Spaki, Bispo referencial do SBCC; Jean-Luc Moens, moderador do CHARIS  INTERNACIONAL; além dos   Jovens carismáticos.

“É um encontro pensado com muito carinho para que possamos crescer na fé e no amor que gera comunhão”, disse a coordenadora nacional do CHARIS, Katia Roldi Zavaris.

Para se inscrever, basta acessar o hot-site:  http://encontro.sbccharis.com.br/?fbclid=IwAR0hAyX97Cwzb-uIIvGiUGsT8imy70JV0_I75LfJMK9h464gmj6tcKSQKOc.

 

Comissão de Comunicação do SBCC

IMPORTA QUE ELE CRESÇA E TODOS NOS DIMINUAMOS

 

A quarta noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia foi toda dedicada a exaltar o Senhorio de Jesus.

Quem pode acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da RCC Bahia pode prestigiar uma maravilhosa animação com canções que marcaram as vidas de tantos carismáticos em suas experiências em seus Grupos de Oração e Encontros, ministradas pelo Ministério de Música do Estado de Santa Catarina diretamente da Paróquia Imaculada Conceição, Município de Urussanga, tendo a participação de Pe. Mateus, vigário da Paróquia que com sua voz harmoniosa encantou a todos os carismáticos baianos que louvavam e exaltavam a Deus por tamanha graça.

Durante o momento de oração, Pe. Mateus com suas mãos sacerdotais pediu ao Espírito Santo  que blindasse todos os servos contra todos os espíritos maus que queriam impedir de que todos estivessem na presença do Senhor. Pediu que o Espírito Santo derramadas dons e carismas sobre todos.

O tema Senhorio de Jesus, dessa quarta noite de Encontro coube a Luciana Neves,  Secretária- Geral do Conselho Nacional da RCC Brasil que inicialmente, acolheu a todos que estavam acompanhando pelas mídias sociais e principalmente,  aqueles que não são do Movimento Renovação Carismática Católica e que pela primeira vez estavam tendo contato com a espiritualidade da RCC. Enfatizou que aquela noite estava sendo uma caixinha de pedido de Oração, assim como a caixinha de pedido que tem na Paróquia e motivou a todos a aproveitarem essa oportunidade de escreverem seus pedidos para depositar aos pés de Jesus no Santíssimo Sacramento no momento da Adoração. E muito mais do que os pedidos, apresentassem seus corações. 

Luciana confirmando o pedido do Pe. Mateus ao Espírito Santo, proclamou que todos sentissem a força do Espírito Santo naquele instante sobre todos, afirmando que a presença do Espírito Santo é real e que Ele se apresenta pela Palavra de Deus. Salientando que o Senhor queria e quer levar a todos para dentro de Seu coração. Reunindo a todos pelos aparelhos tecnológicos a terem um verdadeiro Encontro com Ele, aos seus pés. 

Sua pregação foi norteada no Evangelho de São João,  capítulo 3, versículos do 22 ao 30, do qual narra como João Batista era conhecido por todos na região do Rio Jordão, muitos eram batizados por ele, tinha discípulos, mas João não anunciava a si mesmo, anunciava, Jesus, o Messias, dizia que não era digno de desatar suas sandálias. Importa que Ele cresça e eu diminua.

Luciana exortou a todos os servos dos diversos Ministérios: “Pregador, Músico... Importa que Ele cresça e nós desapareçamos.  Nós servos não anunciamos os nossos nomes, não podemos nos destacar, não importa que não nos chamem para pregar, para cantar, importa que Ele esteja sendo anunciado. É Jesus quem deve aparecer em nossos Grupos de Oração, em nossas pregações”.

Ainda com referência ao Evangelho, Luciana citava que o céu se abriu e todos que estavam ali ouviram a voz de Deus dizendo: “Eis meu filho amado em quem ponho minha afeição.” Muitos a partir daquele hora não queriam mais seguir João Batista,  mas a Jesus. João era cheio do Espírito Santo,  não teve ciúmes de seu primo, porque ele não anunciava ele mesmo, mas anunciava o Senhorio de Jesus. João não deixou de ser ele mesmo,  não se despersonalizou. Ele não trouxe as glórias para ele, ele continuou sua missão no Jordão. Jesus é o Senhor.

Lembrando do grande Encontro a convite do Papa a toda a RCC em 2017 por ocasião dos 50 anos do Movimento Renovação Carismática Católica no Circo Máximo em Roma, local onde foi palco do martírio de muitos cristãos, havia um Banner que se destacava porque estava escrito “Jesus é o Senhor” enfatizando que poderia estar escrito outra coisa em comemoração ao Jubileu, mas estava escrito: “Jesus é o Senhor”. Porque para Ele todo joelho se dobre.

Ainda exortava: “Não queremos nada para nós  Tudo é para Ele. Entreguemos todas as glórias que são Dele. Toda honra para Ele. Todo o louvor para Ele. Os anjos O louvam dia e noite. Nós não estamos aqui para anunciar nossos nomes, mas o Dele. Não somos nada, mas Ele é tudo. Ele pode nos dar Tudo. Precisamos entender que Ele é e que somos Dele.  Submetamos Tudo a Ele. Preparemos nossos corações para adorá-Lo”.

Os que estavam acompanhando viveram a partir desse momento uma experiência extraordinária aos pés do Senhor em Adoração.

Durante a Adoração o Senhor proclamou: “Eu sou o Deus do Impossível." Também foi proclamado que O Senhor estava descansando a todos Nele.

Luciana recordava a Profecia dos Campos brancos para a colheita, proclamando que não somos nós quem colheremos, mas o Senhor.  Ele afirma: “Sou eu quem colho".  A colheita é o Seu Reino plantado em nossos corações.  Cabe a todos verem (crerem) nestes campos brancos e prontos para a colheita.

Quem não conseguiu acompanhar confira na íntegra a pregação e experimentem fazer uma profunda entrega em Adoração aos pés do Senhor.  Confira o Canal da RCC Bahia. 


O poder impactante e transformador da Palavra de Deus foi tema da terceira noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia

 

Os milhares de Servos dos diversos Grupos de Oração do Estado da Bahia e demais pessoas que acompanharam a terceira noite do Encontro Estadual para servos da Renovação Carismática Católica do Estado da Bahia já foram impactados desde o primeiro momento do início da transmissão do Encontro com a alegria, a motivação,  o entusiasmo e as coreografias que os jovens do Ministério Jovem da RCC Salvador proporcionaram com a animação e o louvor ao Senhor.

Sob a unção e as graças do Espírito Santo os jovens profeticamente, motivaram as pessoas que estavam acompanhando pelas mídias sociais a se levantarem, seja em qualquer lugar de onde estivessem e na alegria do Espírito Santo viverem o momento como se estivessem todos presencialmente, na fraternidade em seus Grupos de Oração. A jovem Thais, que conduzia toda a oração proclamava a profecia da noite com muita autoridade no Espírito Santo, que o Senhor estava levantando os servos abatidos, que a alegria estava chegando aos corações das pessoas e que conforme a profecia trazida pela RCC Brasil para esse ano, essa semana, da qual está sendo realizado o Encontro Estadual de Servos RCC Bahia, é justamente, a semana da colheita.

O jovem Hilário ainda confirmava por meio do livro de Eclesiástico 50 que os reservatórios dos Grupos de Oração estavam sendo preenchidos pela água do Espírito Santo. O céu estava aberto derramando essa água do Espírito Santo e enchendo os servos e todas as lideranças dos Grupos de Oração, renovando as promessas e as forças de Coordenadores que assumiram coordenações de Grupos de Oração no início deste ano.

Motivaram a todos a pegarem suas Bíblias e ergueram  e como um pelotão marchar em com “suas espadas" proclamando que um tempo novo chegou, o tempo da colheita  pelo poder da Palavra de Deus novos homens e mulheres estavam sendo levantados, Grupos de Oração que traziam ou trazem nomes de Nossa Senhora estavam sendo levantados. As talhas estavam sendo enchidas pelo poder do Espírito Santo e da Palavra de Deus.

Elissandro Trindade,  Presidente do Conselho da RCC Salvador e pregador da noite ainda nesta motivação do erguimento da Palavra de Deus nas mãos dos servos e de todos os que estavam acompanhando a transmissão motivou a abraçar a Bíblia e desejar um mergulho na Palavra de Deus.  Confirmando todo o direcionamento da oração pelos jovens, Elissandro iniciou sua pregação proclamando que o Senhor estava fazendo surgir vida nova nos Grupos de Oração de todo o Estado da Bahia. 

Trazendo seu relato do seu amor e gosto pela leitura e estudo da Palavra de Deus após sua experiência com o Batismo no Espírito Santo por meio do livro do profeta Isaías 55, 6-11 Elissandro começa a contextualizar o período em que o povo de Israel estava exilado na Babilônia e o Senhor por meio do profeta Isaías motiva o povo a voltar a fazer uma experiência com a Palavra de Deus, uma vez que muitos já tinham abandonado a fé, estavam afastados dos planos do Senhor, porque viviam seus próprios pensamentos.

Assim, Elissandro trazia que como aquele povo, também somos nós. Por isso, Jesus vem até nós como Homem-Deus, pequeno numa manjedoura para nós libertar. Essa é a sua missão. Jesus, Palavra de Deus se encarna em nosso meio para nos salvar e estar perto de nos. E precisamos querer e fazer essa experiência com Jesus para Sua Palavra venha mudar a nossa vida e a nossa história. 

São Paulo em sua carta aos Filipenses 2 traz o trecho que os pensamentos de Deus não são os nossos. Para que um cristão tenha os mesmos pensamentos de Deus é necessário fazer uma experiência com a Palavra de Deus por meio da Leitura Orante da Palavra. Indagando e provocando os servos a refletirem: “Você, servo de Grupo de Oração tem orado com a Palavra de Deus?”

Elissandro, continuou alegando que infelizmente,  temos visto o abandono das Práticas Espirituais por meio dos carismáticos,  com uma certa tendência as devoções,  vestimentas, e não priorizando mais as práticas que os identificam como Católicos e Carismáticos. Salientando que a Palavra de Deus tem o poder de entrar em nossas vidas e produzir o efeito, porque é o próprio Cristo quem vai agindo em nós. Ressaltando a prática da Leitura diária da Palavra de Deus. Exortando com autoridade que é preciso um retorno ao uso e o manuseio de todos com a Palavra de Deus nas mãos dos servos dos Grupos de Oração, expondo que em sua percepção não cabe a nós a substituição da Bíblia pelos celular e tablets para acompanhar as leituras, a liturgia, etc. “Não podemos ter vergonha de estar com a Bíblia e de nos configurarmos com o Cristo.

Exortando ainda que não podemos buscar o Senhor no subjetivo. Sua Palavra é um farol. Jesus é a Palavra. Se queremos andar nos caminhos do Senhor temos que conhecer a Palavra de Deus. Temos que lê-la todos os dias. Temos que impregnar suas Palavras em nós,  temos que nos misturar nossos pensamentos aos do Senhor para que tenhamos um só.

Elissandro, trouxe ainda a alusão da Palavra de Deus como um Mensageiro escolhido pelo Rei para levar sua mensagem a outro Rei com zelo, cuidado e fidelidade. Assim, à Palavra tem a missão de não voltar sem cumprir sua finalidade. Precisamos deixar a Palavra de Deus entrar em nossas vidas,  como esse Mensageiro que tem acesso ao Palácio para transmitir sua mensagem.

Ainda ressaltando a profecia que o Senhor deseja levantar a todos que estavam abatidos, caídos, por meio da Sua Palavra. A Palavra que ressuscita,  citando Verbo Domini do Papa Bento XVI, a Palavra tem força para dar vida nova. Somos desafiados a permanecer firmes na caminhada, não abandonar o Senhor, precisamos estar juntos com a Igreja, com nossos Grupos de Oração e com a Palavra de Deus. 

Novamente, motivou a todos a se levantarem com a Bíblia nas mãos, erguendo-a para o alto, profetizando que o Senhor não deseja ninguém prostrado, caído,  ergue sua Bíblia,  ergue sua vida, suas forças. Ao som da Canção Nas asas do Senhor (Celina Birges) motivava as pessoas a desenharem ir mais além, a confiarem no Senhor. Refletindo o Salmo 1 proclamou que são felizes aqueles que seguem a lei do Senhor, são como as folhas que não murcham. Finalizando sua oração proclamando que o Senhor levantou a muitos, trouxe alegria e o desejo de permanecer fiel na Palavra.

O final da noite foi mais uma vez agraciada com o momento de perguntas e respostas, no qual os servos e todos que estão acompanhando estão tendo a oportunidade de por meio das respostas se formarem e conhecerem profundamente,  o que é Renovação Carismática Católica em toda sua essência. O mediador Gleydson,  Coordenador Estadual do Ministério de Pregação dessa vez acompanhado por Ana Luiza, da RCC Amargosa, Bruna Diane da RCC Vitória da Conquista e Fernanda, da RCC Bonfim proporcionaram a todos que permaneceram até o fim profundas reflexões acerca das perguntas voltadas ao serviço de Ministério no Grupo de Oração,  Grupo de Perseverança e outros.

Se não conseguiu acompanhar,  confira na íntegra no Canal do YouTube da RCC Bahia.


SOBRENATURAL A SEGUNDA NOITE DO ENCONTRO ESTADUAL PARA SERVOS DA RCC BAHIA

 

Mais uma noite de pura unção e bênçãos sobre todos os servos da Renovação Carismática Católica do Estado da Bahia e demais pessoas que estavam acompanhando além fronteiras o Encontro Estadual de Servos RCC Bahia.

A Segunda Noite do Encontro teve como temática: O retorno a Vida de Oração que já no momento inicial de louvor e clamor ao Espírito Santo o animador, David Renner, coordenador do Grupo de Oração Fogo Abrasador da RCC Feira de Santana já proporcionava a todos que estavam acompanhando a refletirem sobre o Amor de Deus, se sentirem amados, a voltarem em suas memórias ao momento quando aconteceu seu encontro pessoal com Ele. Motivando a todos a buscarem esse ENCONTRO pessoal, buscarem essa intimidade com o Senhor. Retornarem ao Senhor ainda que não vejam, porque Ele não nos quer mais chamar de servos, mas amigos.

Edineilze Ferreira,  Presidente da RCC Feira de Santana também proclamou no momento de oração que o Senhor estava levantando profetas e profetizas, porque o Senhor deseja se comunicar com seu povo. Mas é preciso abrir o coração para ouvir a voz do Senhor (Espírito Santo).

A temática sobre o retorno a Vida de Oração foi ricamente pregada por Pe. Antonio José,  Assessor Espiritual do Conselho Nacional da RCC Brasil que com sábias palavras trouxe para todos pontos fundamentais para conseguir retornar a intimidade com o Senhor,  retornar a Vida de Oração. 

Trazendo reflexões pessoais e teológicas salientou que Deus deseja que neste tempo colocar nossas vidas no lugar. Não nos quer fazendo coisas, mas estar conosco em intimidade e comunhão. É preciso agora estarmos cuidando do nosso povo, apresentando os nomes dos nossos familiares, amigos, que trazemos em nosso peito, em oração aos pés do Senhor, assim como os Sacerdotes no Antigo Testamento faziam uma vez por ano no Templo, no lugar Santíssimo.

Pe. Antonio José exortava que mais do que cumprir nossas agendas com compromissos que achávamos ser necessários, antes de qualquer coisa, agora, é preciso sermos intercessores, suplicarmos, crer pelos que não crêem, porque o Senhor nos chamou a sermos um povo movidos pela fé. Aproveitarmos o silêncio para estar com Deus em oração.

Pe. Antonio José ainda enfatizou que precisamos ser homens e mulheres de Oração, extrair de Deus o que Ele deseja para nossas vidas. É preciso voltarmos a termos recolhimento interior. Exortou a todos que vida de Oração não é apenas quando vamos preparar o Grupo de Oração, uma pregação,  etc. Exortou também que o nosso serviço não deve ser endeusado, pode ser que o Senhor nos peça outra coisa, amanhã Ele pode mudar. Ele não nos quer chamar de servos, mas amigos, por isso, precisamos estar em comunhão com o Senhor porque o serviço pode mudar, mas a nossa intimidade com o Senhor deve ser para sempre.

É preciso conhecer o coração de Deus para compartilhar o que Ele traz em seu coração para abrasar a terra. Que seu amor alcance a muitos corações. Salientando que quando nos afastamos de Deus perdemos a intimidade, ficamos se assunto, já não temos os mesmos desejos. Nossa agitação acaba agitando o outro. O que recebemos do Senhor é o que devemos passar para as pessoas.

Fazendo alusão ao Evangelho da multiplicação dos pães, Pe. Antonio José,  indagou: “ Será que as pessoas estão levando esses pães, saciadas, alegres e contentes para partilharem com os seus,após as nossas Reuniões de Oração?”

Salientando também que precisamos estar constantemente, preparados em nossa vida de Oração. Exortando o cuidado com o ativismo, ansiedade, endeusar nossos serviços. Salientando que o inimigo não precisa destruir-nos, basta apenas distrair-nos para que percamos a nossa fé,  a nossa Vida de Oração. Tenhamos zelo pela nossa alma. A primeira coisa que perdemos quando somos distraídos da comunhão com o Senhor não é a participação do Grupo de Oração, mas a nossa oração pessoal.

Fazendo alusão a um ferro quente, quando é tirado da tomada ainda estando quente por um certo tempo, exortou para que cuidássemos para não deixar o fio fora da tomada, cuidemos da nossa oração pessoal.   Enquanto tivemos sede e fome de Deus, O busquemos. Quando o buscamos nosso coração revive.

Pe. Antonio José ainda enfatizou que é preciso fazer da Palavra de Deus a matéria-prima da nossa oração pessoal.  A Palavra de Deus não é confusão é a resposta.

Outro ponto fundamental para a Vida de Oração é privilegiar a Oração do louvor. O louvor equilibra, cura a mente. O louvor organiza, tira o foco dos nossos problemas e nos faz olhar e exaltar o Senhor.

O Senhor não nos fez para sermos desertos, mas nos criou para sermos jardins, disse Pe. Antonio José.  Ainda orientou que não deixemos que o mundo nos torne pessoas superficiais, que as palavras ditas por nossas bocas, não sejam ditas pelos homens, mas ditas por Deus. Precisamos ser filhos que falam e ouvem ao Pai até a Cruz. Jesus pregado na Cruz orou ao Pai com os Salmos, Ele não falou aos homens, mas estava falando e ouvindo o Pai.

Pe. Antonio José enfatizou que nossos Grupos de Oração precisam ser Grupos de Oração erguidos pelos Espírito Santo exaltando a grandeza do Senhor. O Louvor leva a temperatura do Grupo de Oração. 

Ainda proclamou que a RCC não foi levantada por Deus para ser um departamento da Igreja, mas para limpar o ambiente com o louvor e a adoração.  A RCC não manipula o sentimentalismo, mas clama pelo espiritual. Desce por debaixo dos entulhos para resgatar as almas. 

Por fim, ainda apresentou a lição que a Medalha de São Bento nos traz com o exorcismo “bebe tu mesmo do teu veneno" mostrando quando é que fazemos com que o inimigo beba o seu próprio veneno. “Quando ele nos espera bem na curva”, na hora da tentação e quando somos exercitados na vida de Oração, invés de murmurarmos, confiamos e louvamos ao Senhor, assim, proporcionamos uma capa de proteção sobre nós fazendo com que o inimigo beba do seu próprio veneno.

Voltemos a louvar o Senhor. 

Após a riquíssima pregação de Pe. Antonio José levantou-se um grande louvor ao Senhor ao som da canção: Quão grande és tu citada pelo Padre durante sua pregação. 

Concluindo a noite sobrenatural, assim como no primeiro dia, os que estavam acompanhando o Encontro participaram mais um vez do momento de perguntas e respostas mediado por Gleydson, Coordenador Estadual do Ministério de Pregação sobre os Ministérios dePregação, Música e Oração por Cura e Libertação com os convidados Helber Clayton, Presidente da RCC Teixeira de Freitas, Leonardo Santos, Coordenador Estadual do Ministério de Música e Artes e Altemar, Coordenador Estadual do Ministério de Oração por Cura e Libertação.

 

Confira na íntegra essa 2° Noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia no Canal do YouTube da RCC Bahia.

MUITA UNÇÃO E PODER DO ESPÍRITO SANTO MARCAM A PRIMEIRA NOITE DO ENCONTRO ESTADUAL PARA SERVOS DA RCC BAHIA

 

A primeira noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia on-line, nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, foi marcada por muita unção e muito poder no Espírito Santo.

Desde o momento de oração e louvor com a condução de Alexnei Freitas, ex-presidente Arquidiocesano da RCC Feira de Santana, o Senhor já trazia as promessas de tudo o que Ele realizaria por meio desse Encontro principalmente, com relação a "Alegria". (Sf 3, 14)

Frederico Mastroangelo, Presidente Estadual da RCC Bahia foi o primeiro pregador do Encontro com o tema: O poder do Espírito Santo profetizando que o Senhor iria restaurar e levantar muito servos abatidos. O Senhor já o exortava: "Profetize sobre o meu povo, porque vou realizar tudo o que prometi.”

Fred ao descrever o poder do Espírito Santo disse que: " O Espírito Santo é imprevisível, é indomável. Não podemos prever ou limitar o Espírito Santo porque Ele faz ao modo d'Ele".

Por meio do profeta Joel 3, 1-3a foi anunciando que o Espírito Santo é para todos nós, é para ele (Fred), é para todos. A promessa feita em Joel se cumpriu. O Espírito que haveria de vir e agir com poder (prodígios, milagres e sinais), está em nosso meio.

É preciso querer e deixar o Espírito Santo agir em nós. Fred recordou o Cenáculo (At 2) quando os discípulos em obediência aguardaram o Espírito Santo em Jerusalém e ficaram cheios do Espírito Santo. Quem os ouviam achavam que estavam embriagados. Assim, Fred exortou que não podemos deixar ninguém nos tirar da nossa Jerusalém, que hoje é a nossa Igreja, a nossa Paróquia, nosso Grupo de Oração, precisamos permanecer em nossa Jerusalém a espera do Espírito Santo.

Quantas coisas o Espírito Santo já tem feito em nosso meio?

Somente uma pessoa impelida pelo Espírito Santo é capaz de realizar prodígios, milagres e sinais. Assim aconteceu com Pedro, aquele que negou o Senhor, o medroso, mas pela ação do Espírito Santo teve a coragem de anunciar que não estavam embriagados, mas cheios do Espírito Santo e proclamar que Jesus, que eles mataram não ficou na morte, ressuscitou, é o Cristo, Senhor. (At 2, 14-36)

Muitos outros textos, Fred foi trazendo para falar do poder do Espírito Santo (At 3 , 4-7; At 4, 30-31 e Rm 15, 19). Esse Espírito Santo que é o mesmo ontem, hoje e sempre. Finalizou sua pregação rezando e clamando que chuvas de carismas caíssem sobre toda a RCC Bahia.

A noite, foi concluída com o primeiro bloco de perguntas e respostas mediado por Gleydson, coordenador Estadual do Ministério de Pregação aos quais, os convidados, Fernando, tesoureiro da RCC Bahia, Elissandro, presidente da RCC Salvador e Eliene, coordenadora Estadual do Ministério de Formação responderam questões referentes a ajuda financeira nos Grupos de Oração, Grupo de Perseverança e Processo Formativo.

Quem não pode acompanhar. Confira na íntegra toda a 1° noite do Encontro Estadual para servos da RCC Bahia no Canal do YouTube da RCC Bahia.